domingo, 31 de maio de 2009

Aja agora!

As vezes a gente deixa pra fazer amanhã o que pode ser feito hoje. É aquele trabalho chato, é a dieta, é entrar na academia... Uma porção de coisas que ficamos adiando, por comodismo e preguiça. Mas não podemos nos permitir ser lento numa emergência. E agora é a hora do planeta
Em mais uma propaganda criativa da WWF, uma  ONG ecológica, ela alerta que precisamos de ações urgentes pra salvar a Terra. E é melhor começar já!
"You can't afford to be slow in a emergency. Act now for the planet." Algo como, Você não pode permitir-se ser lento numa emergência. Aja agora a favor do planeta.


Vi a propaganda no Desventura.org

sexta-feira, 29 de maio de 2009

BIOGRAFIAS: Sebastião Salgado

Essa foto está no livro das 100 melhores do século XX

Hoje tem início a série BIOGRAFIAS. De vez em quando eu vou escrever sobre uma figura importante da nossa história. O personagem de hoje é Sebastião Salgado, o maior fotógrafo brasileiro e um dos maiores de todos os tempos.

Brasileiro nato, do interior de Minas Gerais. Nasceu em Aymorés, a 8 de fevereiro de 1944. Uma cidadezinha do Vale do Aço. A mais de 150 km de Belo Horizonte. Filho de um pecuarista, dono da fazenda chamada Bulcão.
Até o segundo grau, estudou na pacata cidade com nome indígena. Depois foi cursar o secundário na capital mineira. Por lá, escreveu num jornal comunista. Apanhou da polícia, mas não desistiu do socialismo. 
Os estudos levaram Sebastião Salgado na direção do mar. Começou a cursar Direito na UFES, em Vitória, Espírito Santo. Mas logo mudou de carreira e se formou em economia. Na faculdade conheceu Lélia Wanick, namoraram e desde então não se separaram. Com a arquiteta teve 2 filhos, um deles com Síndrome de Down.
Economista formado, foi fazer mestrado na USP. Aluno dedicado, ganhou bolsa sanduíche de mestrado, nos Estados Unidos, na Vanderbilt University. Muito inteligente, atravessou o Atlântico para fazer doutorado na Sorbonne, em Paris.
Por envolvimento com o Partido Comunista, durante a época da Ditadura Militar, tem o passaporte caçado. Salgado, então, fixa residência na França. Até os 28 anos ainda não tinha fotografado!
Até que Lélia comprou uma câmera Pentax para fotografias domésticas. Foi o click inicial de uma carreira brilhante. Tião, como era chamado pela esposa, fotografava em casa mesmo. Até que o Instituto Internacional do Café, onde Sebastião trabalhava como economista, na França, o convocou à ir pra Ruanda. Salgado levou a máquina da mulher e se apaixonou pela fotografia.
Corajoso, em 1974 pede demissão e começa a carreira de fotógrafo profissional. Sem nenhuma experiência, procura uma vaga na agência Gamma. Seu primeiro trabalho foi na Revolução dos Cravos, em Portugal. Depois, teve uma breve passagem pela Sygma. Até chegar, em 1975, na maior agência fotográfica: Magnum Photos.
Em 1981, foi chamado pelo jornal americano New York Times, para fotografar os 100 primeiros dias do governo Ronald Reagan. Na hora certa e no lugar certo, Salgado foi o único a fotografar o atentado sofrido pelo presidente. Em 1 minuto e meio, tirou 72 fotos em duas camêras Leica. Trabalho que rendeu mais de 200 mil dólares. 
Certo de seu talento, Sebastião Salgado investiu esse dinheiro na própria carreira. O capital serviu para patrocinar dois ensaios. Sahel, na África e Outras Américas. Os dois trabalhos foram lançados simultaneamente em 1986. Com eles Salgado ganhou muitos prêmios e se tornou conhecido mundialmente, exceto na terra natal, o Brasil. No mesmo ano, a revista Geo o chama para fazer um ensaio no garimpo de Serra Pelada.
Apoiado pela esposa Lélia ele lançou, em 1993, o ensaio "Trabalhadores: uma arqueologia da sociedade indústrial". Esse livro, com 256 fotos, não foi lançado no Brasil, mas abalou o mundo. O sucesso foi tão avassalador, que Salgado sai da Magnum e funda a sua própria agência a Amazonas Images, no mesmo ano de 1993.
Cultuado pelo mundo da fotografia, lança em 1997 o trabalho "Terra". Com texto de apresentação de José Saramago, que na época ainda não tinha ganhado o prêmio Nobel, e músicas de Chico Buarque, a exposição foi lançada em 10 mil lugares espalhados no mundo, simultaneamente. Todos os direitos foram doados para o Movimento dos Sem Terra (MST).
Em 2000, Tião lança o trabalho "Êxodos". Formando a trilogia de seus ensaios mais importantes. Desde então, ele produz novas fotografias para o livro "Gênese". Cansado do bicho homem, resolveu fotografar o que o homem ainda não interviu. O novo trabalho será lançado em 2013.
Sebastião Salgado recuperou a fazenda que era do pai, a Bulcão. Lá existe uma Reserva ambiental (RPPN), onde ele plantou milhares de árvores. Em 2008 ganhou o prêmio Faz Diferença do jornal carioca O Globo, pelo trabalho ecológico.

quinta-feira, 28 de maio de 2009

NeoDoutrina Monroe

Já viajamos por mares nunca antes navegados. Agora vamos pelo espaço nunca antes conhecido. Mas lembre-se: há os seres verdinhos por lá. E já estão reclamando das nossas visitas. Uma fonte me revelou essa foto. São estudantes universitários, que fizeram uma passeata no centro de Marte. É a Doutrina E.T., Marte para os Marcianos.
Eles cobram por mais sossego, gravidade, um ar com oxigênio, água potável, solo produtivo e reforma universitária. Mas principalmente: que os terráqueos não cheguem perto!
O protesto começou quando eles descobriram que os astronautas viajavam com a cota do congresso brasileiro. Disseram que isso era coisa de outro planeta e que não querem ser contaminados pelo jeitinho brasileiro. Acharam melhor se manter longe, pois não querem acabar pagando propina pra se livrar. Segundo os marcianos, molhar a mão da autoridade é a única forma de se livrar impune.

terça-feira, 26 de maio de 2009

Responsabilidade Social

video
A reportagem que você acabou de assistir é de uma amiga. Ela fez pro concurso CNN 2006. Viviane Werneck é o nome dela. Com a matéria ela alcançou o 10° lugar na disputa.
Estou fazendo uma reportagem sobre a arte do grafite. Aí encontrei o Vinícius, mais conhecido como Siri. Além de fazer umas pinturas de primeira qualidade, ele tem um projeto maneiríssimo: Prioridade. Esse trabalho tem uma longa história, que eu conto num outro dia.
Lá ele ensina desenho, grafite, outras variedades de arte, computação e um monte de coisa. Como a vida não é tão simples assim, tudo tem um custo. Eles estão precisando de um patrocínio, ou pelo menos uma ajuda pra tocar a ideia. Quem quiser me manda um e-mail, um bip, um pombo correio. Ou melhor fala com o próprio Siri: vinicius.siri@gmail.com

Até logo!

quinta-feira, 21 de maio de 2009

Volta ao mundo

Quantas viagens de avião você já fez neste ano? Aliás, com que frequência você viaja? E pra fazer o quê?
Essa velocidade da pós-modernidade é assustadora. Cada vez temos que fazer as coisas mais rápido. Sempre conectados a todas as informações. Sabemos o que acontece do outro lado do continente, no hesmifério norte, mas não sabemos o que se passa no nosso bairro!
Veja o fluxo de gente do vídeo. É também o fluxo do capital, da informação e tecnologia.
Texto junto com o vídeo do YouTube:
O tempo deste clip é de 1m 12s e representa as 24 horas de um dia inteiro de viagens de avião, internas e entre os continentes. Aproximadamente cada segundo de filme, representa 20 minutos reais. Cada pontinho amarelo, é um voo com pelo menos 250 passageiros. Note que os voos dos Estados Unidos para a Europa partem principalmente à noite, e retornam de dia.
Pela imagem que o Sol imprime no globo, pode-se dizer que é verão no hesmifério norte.
Nos pólos norte e sul, não se observa a variação solar

terça-feira, 19 de maio de 2009

Passatempo

Novo velocímetro
Simplicidade masculina parte 2

terça-feira, 12 de maio de 2009

Balaio Maluco no twitter!


Já cansei da gripe suína, prometo que não posto mais nada sobre isso. Mas vocês devem seguir o blog no Twitter. Combinado? Eu não falo mais de gripe suína e você me segue no twitter. Que assim seja!
Following us

Antes que a piada acabe

O Troco
Alerta vermelho! No título de cada tirinha há o link do Maluco que a fez. Visite o blog deles, é muito bom!

domingo, 10 de maio de 2009

A nossa casa está ficando pequena

Os alertas não param de soar. Daqui a pouco o sertão vira mar e a gente não se toca do problema. O programa Reclame, do Multishow criou uma campanha: "Por um mundo melhor". A agência Ponto de criação/flúor fez este excelente vídeo.

sábado, 9 de maio de 2009

O trágico fim de "O mágico de OZ"

No mundo mágico das fábulas infantis acontece muitas coisas que as crianças não sabem. Os adultos apenas disconfiam. Não quero estragar a fantasia de ninguém, mas Dorothy, na verdade, não conseguiu voltar pra sua terra. Num ato impulsivo, os amigos se reuniram e assassinaram a pobre menina. Num mundo individualista, não sobrevivem sonhos coletivos.
O Espantalho queria um cérebro. Queria poder pensar. O que não fez quando participou da morte da querida Dorothy. O Homem de Lata, que estava cansado da sua frieza, queria um coração. O que não tinha quando aceitou matar a bela garota. O Leão queria coragem. Não tinha, não conseguiu, mas foi o único a não apoiar o crime. No entanto, também, não teve coragem de se opor aos amigos. Portanto, é cúmplice do assassinato da sonhadora Dorothy.
Se as fábulas são feitas pros adultos entenderem, essa versão da história mostra que os desejos individuais se sobrepõe a vontade coletiva. Numa aproximação forçada, que vícios públicos se tornam benefícios privados. E que políticos não se preocupam com o bem estar público, "estão se lixando" com a opinião popular e que querem ter ainda mais benefícios privados com o dinheiro público. Nessa corrupção hereditária, vemos imperar o jeitinho e o individualismo, levando a "coisa pública" pro buraco.
Somos como a Dorothy, usados quando precisam. Os "três poderes" são o Leão, o Homem de ferro e o Espantalho: fingem ser amigos quando precisam e descartam quando não querem mais.

sexta-feira, 8 de maio de 2009

Todas Elas Juntas Num Só Ser

Lenine é o artista mais criativo e atuante da MPB atual. Misturando guitarras elétricas, frevo e maracatu pernambucano, percussão de primeira qualidade a uma letra excelente, esse pernambucano chegou a ritmos nunca dantes navegados.

Como se não bastasse é gente finíssima! Já perceberam que sou fá dele, por isso indico essa música: Todas Elas Juntas Num Só Ser. Reparem na letra.

Espero que gostem.

quinta-feira, 7 de maio de 2009

Denuncie a violência doméstica!

Disse-me um professor: em publicidade não há ética!
Mas de vez em quando, uma propaganda criativa, impactante e socialmente correta surge. Essa é de Portugal, foi na terrinha dos patrícios que a "porrada" foi dada. Se você não denuncia a violência doméstica, é cúmplice do crime.
Esse é aviso dos lusitanos, mas serve pra cá também. Portanto, povo brasileiro uni-vos, denunciemos a vioência doméstica. E digo mais, qualquer tipo de agressão!

terça-feira, 5 de maio de 2009

Vice Electron

E ainda da direito a promoção"Vai com vice", que da direito a um acompanhante. Assim o Botafogo vai er mais de 20 torcedores no maracanã.

A liberdade

Sempre quis saber voar. Voar é se sentir livre, ser veloz, não ter caminhos a seguir, nem patrões a te mandar. Através da história o ser humano busca a liberdade. Fugir das repressões. Que principalemnte são exercidas no homem pelo homem.
Os super heróis sabem voar. São corajosos, honestos e procuram sempre fazer o bem. Mas acima de tudo, são livres. Já tive capas de heróis, fantasias do super homem, mas nunca fui um personagem salvador. No máximo comandava os meus bonequinhos.
O que me impressiona é ver como o próprio Homem reprime o seu próximo. Como o sistema nos explora e diminui. Como a própria humanidade corta a liberdade. Não somos, por mais que pareça, livres.
"Livre é o estado daquele que tem liberdade. Liberdade é uma palavra que o sonho humano alimenta, que não há ninguém que explique e ninguém que não entenda".
A foto nos ensina a técnica do voo, mas será que somos capazes de fazê-lo? Não recomendo que tente seguir as instruções, ao pé da letra. Mas pense em como sua liberdade é coagida!

Recomendo um curta chamado Ilha das Flores. Um filme triste, porém muito bem feito.
Aí vai:
Parte 1)
Parte 2)

sábado, 2 de maio de 2009

Mais tirinhas imorais

Amigos, amigos, negócios a parte
Mar indeciso

Pós modernidade


Esperança...
Classe legislativa

sexta-feira, 1 de maio de 2009

A gripe suína!

Foi descoberta o início da gripe suína! Aliás, ela nem se chama mais gripe suína. Não foi em primeira mão, o blog "as quentes do cachorro" deu antes. Mas aí está!
O pai todo contente com o beijo interanimal, mas foi o início da pandemia que enche os noticiários. Agora eu estou tomando mais vitamina C e não chego perto dos torcedores palmeirenses. Inclusive não vejo mais os jogos do verdão. O desenho do pobre o Gaguinho não passa mais, eles quererm evitar complicações.
Mas o bom disso é, segundo Danilo Gentili: Acabei de chegar na Bolivia e juro: Todos aqui estão usando máscara. E fazem muito bem. São feios demais.

Tem alguma coisa errada aí

O carro é um dos principais símbolos da cultura capitalista dos Estados Unidos. Aos poucos, os automóveis foram ficando cada vez maiores e mais beberrões. O da foto acima é um Hummer. O Hummer surgiu como um carro militar, mas aos poucos foi ganhando o gosto de celebridades como o governador da Califórnia Arnold Schwarzenegger e o rapper 50 cent.
Lá, nos Estados Unidos, quanto maior o carro melhor. Um popular nem pensar! Mas esse pensamento de consumismo acima de qualquer coisa já trouxe problemas, e ainda virão mais. O hummer, além de caro, consome 1 litro de combustível por 8 km rodados, na melhor das hipóteses. Um carro popular chega aos 17 quilômetros por litro.
Agora descubra o que há de errado com a foto. Qual a contradição do sistema?
 
BlogBlogs.Com.Br